2012 Celebra 50 Anos de Emigração Coreana Para o Brasil

50 anos Brasil/Coreia

Esse ano marca 50 anos de emigração coreana para o Brasil. E para comemorar esse marco na história, a Embaixada Brasileira de Seul promoveu diversos eventos culturais para celebrar a amizade, história e simpatia entre os povos dos dois países.

Para realização dos eventos, a Embaixada contou com a colaboração de diversas pessoas, dentre elas a Yuna Kim, que deu um enorme suporte na organização de todos os eventos que envolviam a comemoração dos 50 anos de emigração. Sua ajuda foi essencial, sendo que ela inclusive conseguiu diversos patrocinadores para colaborar com o evento.

O evento principal e que marcou o inicio das celebrações foi o “The Seoul of Brazil – Bridging Two Cultures”, realizado no dia 14 de Maio de 2012, com um jantar de gala no Sheraton Walker Hill Hotel.

Um dos destaques especiais da noite de Gala foi um desfile de moda com três estilistas coreanas/brasileiras que apresentaram uma coleção bem variada, uns com estilos inspirados na cultura indígena, e outros com um look sofisticado e bem feminino, mostrando o lado sensual e luxuoso das roupas para noite com detalhes do “Hanbok” coreano.

O tema do desfile foi inspirado na multicultularidade e integração entre povos diferentes. E, para tanto, as estilistas usaram pigmentos naturais (como café, açaí, urucum, erva-mate) no tingimento dos tecidos naturais, bem como, foram retratados traços da arquitetura de Brasília.

De acordo com Angela Jung, uma das estilistas, “O tema da coleção foi visar não apenas de sustentabilidade, mas também mostrar à incrível gama de cores presentes nas matérias primas brasileiras”.

E, de fato, as estilistas Angela Jung, Nina Um e Nuri Choo foram exemplares, e souberam traduzir a arte coreana e a criatividade se misturando harmoniosamente com o estilo brasileiro, resultando em uma combinação original do ponto Leste e da moda do Ocidente. As três estilistas cresceram e estudarão design de moda no Brasil. Angela e Nuri vivem em São Paulo e Nina vive temporariamente em Seul.

A atração principal no desfile foram as modelos, todas voluntárias, algumas coreanas que trabalham como modelos, e outras brasileiras que moram hoje em Seul ou porque vieram estudar através do programa de bolsas de estudos financiado pelo governo junto com as faculdades coreanas, ou porque estão em Seul a trabalho.

No desfile também teve a apresentação de uma criação de acessórios com estilo artesanal, que usou características culturas tribais em peças muito sofisticadas desenvolvidas pela Joy Barbosa de Brasília, e a exposição da coleção de calçados do Fernando Pires, de São Paulo.  Susan Lee, designer de São Paulo, também apresentou sua coleção. Todas as peças eram inovadoras. O desfile foi acompanhado ao som e ritmo de músicas brasileiras que deixou o ambiente cheio de energia e claro que muito alegre.

Depois, nos dias 15 a 17 de maio, foram feitos alguns eventos no teatro Sejong Chamber Hall destinados a musica brasileira com a presença de:

Gabriel Grossi: Gaitista brasileiro, residente do Rio de Janeiro, e que já realizou diversos concertos na Europa e nos EUA. Gravou com Chico Buarque, Ivans Lins, Dave Matthews e outros. Seu ultimo CD “Villa Lobos Popular” é com AMILTON GODOY do antigo ZIMBO TRIO. O disco foi lançado em São Paulo no dia 6 de maio de 2012.

 Leda Kim: Pianista, residente de Seul e pertence à primeira geração de coreanos-brasileiros nascidos no Brasil. Ela cresceu e estudou em São Paulo.  Após mudou para Nova York para promover os seus estudos musicais na Julliard School of Music. Vencedora de várias competições internacionais, ela também é especialista em músicas dos compositores brasileiros Heitor Villa Lobos e Ernesto Nazareth.

Valtinho Anastácio: Talentoso percussionista brasileiro residente em Seul. Aprendeu quando criança a dominar vários instrumentos brasileiros, como congas, berimbaus, agogôs, etc. Ele já tocou com grandes músicos, tais como Elis Regina e Milton Nascimento.

Yea-won Shin: Vocalista de Jazz residente em Provence, França, que foi nomeada ao 12˚Grammy Latino por seu álbum “Yeahwon”.  Ela foi a primeira coreana a lançar um álbum com a gravadora americana ArtistShare. O álbum consiste em uma seleção que foi considerada como melhor álbum de MPB (Música Popular Brasileira). 

50 anos Brasil/Coreia

50 anos Brasil/Coreia

50 anos Brasil/Coreia

50 anos Brasil/Coreia

Anúncios

3 respostas em “2012 Celebra 50 Anos de Emigração Coreana Para o Brasil

  1. Muito obrigado, Lena. Seu relatório está muito melhor do que aquele que mandei para Brasília. Peço desculpas aos membros da comunidade brasileira pois o jantar de gala era em número reduzido e dispunhamos de poucos lugares para atender a tanta gente amiga que gostaríamos que lá estivesse no Fashion Show. Já as apresentações musicais no Teatro Sejon foram gratuitas e todos que se inscreveram na Embaixada e outros pontos de distribuição e retirado seus billhetes tiveram livre acesso.Tivemos também a exposição de fotografias do João Paulo Barbosa e Ming na galeria da Korea Foundation no final de maio, conforme divulgamos. Se Deus quiser, vamos melhorar mais no próximo ano e poderemos chamar ainda mais gente para participar dos eventos culturais da Embaixada.

  2. Parabens pelo trabalho.
    Cheguei na Coreia do Sul a uma semana e ficarei no pais durante um ano estudando engenharia, pelo programa Ciencia sem Fronteiras.
    Espero poder participar dos proximos eventos oferecidos, acompanharei sempre o blog para saber dos eventos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s